Paulo Bartolo

Website oficial do Profº Paulo Bartolo

Professor de Karate-Do Twitter do Sensei Bartolo Facebook do Sensei Bartolo

Notícias » MESTRE SHINZATO É O DESTAQUE DO 3º DIA

Inserida em: 07/04/2010

MESTRE SHINZATO É O DESTAQUE DO 3º DIA

   Foi o 3º dia do Seminário Internacional e estávamos de volta ao Budokan de Naha – Okinawa.   Sensei Shimabukuro e seus assistentes foram os responsáveis pelo treino da manhã. Mestre detalhista, e com uma performance incrível para a idade, fez com que fizéssemos de novo todos os movimentos do kihon feitos no dia anterior. Outro treino pesado daqueles que você não agüenta nem mais ouvir a contagem. Foram 1:30 de kihon. Após isso, ele quis que cada grupo fizesse o seu heian ou pinan conforme o estilo. Os três participantes da Goju fizeram um kata básico cada um. Então ele pediu para escolher um kata para treinarmos e a maioria escolheu o “naihant shodan”  , que equivale ao “tekki shodan” na shotokan. Treinamos por meia hora esse kata e o treino acabou pela manhã.

   O próximo professor foi Mestre Katsuhiko Shinzato, de 72 anos, Shorin-Ryu . Com uma fala mansa e um inglês pausado, fácil de se entender , mestre Shinzato começou sua aula explicando que ia nos mostrar como relaxar e contrair seus músculos antes de aplicar os golpes. Eu já tinha visto centenas e milhares de vezes a contração e relaxamento dos membros superiores e inferiores para a aplicação do golpe e achava que teríamos mais uma aula neste sentido. Ledo engano. Sensei Shinzato começou a explicar que o relaxamento é no quadril e que uma defesa relaxada é mais forte do que uma defesa contraída , como um bloqueio. Ele estava falando o contrário do que praticávamos. Estava sendo difícil de acreditar. Ora, falar é fácil , mas o problema é que ele começou a mostrar. O sensei tinha uma velocidade incrível. Era o mais rápido de todos os mestres que tínhamos visto e muito ágil também. Começou a mostrar a diferença entre defender contraído e relaxado e foi duro para eu entender. Na realidade, eu não entendia aquilo que estava vendo. O trabalho do quadril é super importante na transmissão das forças , como deixá-lo relaxado para efetuar o movimento sem tensão. E Mestre Shinzato mostrava. Pegou um companheiro nosso , o maior da turma, e não era eu, e jogou longe com o quadril relaxado. Antes ainda ele brincou com ele falando se ele não conseguisse movê-lo do lugar , que ele se ajudasse e se jogasse. Todos riram muito pois sabíamos que era realmente uma piada. O cara devia pesar uns 150kgs. e Mestrre Shinzato , típico okinawano, tinha 1,65 mts.  Usava o quadril como um chicote e esse era o segredo. Consegui filmá-lo fazendo algumas demonstrações e realmente é fantástico. Frente a frente com um companheiro do Canadá , ele pediu que o colega atacasse parado kizami-zuki ou gyaku-zuki e ele com o dedo , no começo do golpe , apontava qual mão seria, antes da conclusão do golpe. Foram várias vezes e ele não errou nenhuma, o que é impressionante. Ele via o movimento do quadril do adversário. Aí ele inverteu e pediu que o colega do Canadá apontasse qual mão do golpe. O nosso amigo não tinha tempo nem de apontar. Realmente surpreendente e terei de estudar muito essa teoria que é nova para mim. O quadril dele funciona como aquela aplicação da toalha nas duas mãos quando você quer bater em alguém. O quadril dele não para no aprofundamento do golpe. Ele volta como chicote. Mostrou um kata para vermos e foi fantástico. Aos 72 anos um dos mais rápidos mestres que vi em ação. Acabado o treino , foi um dos professores mais aplaudidos do Seminário.


Envie seu comentário!

(* Campos de preenchimento obrigatório)

Nenhum comentário até agora. Seja o primeiro!